sexta-feira, 14 de novembro de 2008

1989


- Brother! Eu estou cansado!
- Ah que isso! Se erga meu caro!
- A vida está me consumindo aos poucos, e não sei
mais o que fazer daqui em diante...
Será esta a minha sina? Apenas cair com as folhas? Ou viver de fantasias, imaginações e desejos de sermos aquilo que não somos e nunca vamos ser, na qual, chamamos de sonhos?

Mas brother, na boa, eu me cansei de me procurar na vida.
Mas nunca vou desistir e vou ficar bem – Minto. Minto apenas para aqueles que acham que se preocupam comigo só porque acham que me conhecem.

Meses, semanas e dias vêm e vão de uma maneira nostálgica,
forçando-me fingir que dirijo essa peça hilária chamada de "Minha Vida".
E quem sabe um dia, eu ainda acreditarei!

- Acreditar em que? No ser humano?
- Ah! Não me faça rir!
- Nessa tal peça "Minha Vida"?
- Talvez não, mas acho que tenho algo a fazer aqui...
Ah quer saber? A única coisa que posso fazer é deixar cair isso tudo sobre mim.
Deixar-me cair sobre mim!

Era uma vez em 1989...
Algo aconteceu! E insiste em acontecer!

Nenhum comentário: